English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Ajuste da folga dos rolamentos do cubo das rodas



Os rolamentos do cubo das rodas dianteiras do Niva são também fabricados pela SKF e, portanto facilmente encontrados no Brasil. Por segurança procure compra-los em uma revenda credenciada SKF, saiba que rolamentos podem ser falsificados ou até recondicionados e vendidos como novos.
No total são quatro rolamentos, dois em cada cubo das rodas dianteiras. O modelo de todos é o SKF 32008 X/Q.





É indispensável quando se trocar os rolamentos também substituir seus retentores, porém até onde sei, devem ser os originais, aliás pelo preço e durabilidade não vale o esforço de tentar nacionalizar este componente.

Uma etapa importante e muitas vezes negligenciada por mecânicos é o ajuste da folga dos rolamentos. O ajuste correto vai garantir vida longa aos rolamentos e a segurança que não irão travar ou quebrar devido ao excesso de aperto ou de folga.







Ajuste da folga  com uso do torquímentro.


1. Montar os rolamentos no cubo da roda com graxa;

2. Apertar a porca da ponta do eixo da homocinética até o fim para empurrar totalmente os rolamentos nos compartimentos. Usar uma porca nova.

3. Soltar um pouco a porca e em seguida aplicar o torque de 2,0kgf/m (20N/m);

4. Colocar o pneu com no mínimo 3 porcas e girar a roda quatro vezes para frente e para trás, de forma a assentar bem os rolamentos;

5. Afrouxar a porca em torno de 20 a 25 graus. Use um giz para marcar o pneu e facilitar o correto posicionamento;

6. Com o torquímetro, aplicar 0,7 kgf/m (7,0 N/m);

7. Conferir se os rolamentos não estão presos ou soltos demais, para isso girar a roda em ambos sentidos, dar umas batidinhas no pneu com a mão, sentir o comportamento. Deve rodar livre, mas, sem folga. Tenha certeza que as pinças de freio não estão pegando no disco para não interferir na sensibilidade do teste;

8. Para encerrar, remanchar a porca na ranhura do eixo e realizar o teste pratico com o carro;

O vídeo a seguir mostra exatamente o procedimento descrito acima.









Ajuste da folga sem o uso do Torquímentro


1. Montar os rolamentos no cubo da roda com graxa;

2. Apertar a porca da ponta do eixo da homocinética até o fim para empurrar totalmente os rolamentos nos compartimentos. Usar uma porca nova, nuca reaproveite essa porca;

3. Soltar somente um pouco a porca;

4. Colocar o pneu com no mínimo 3 porcas e girar a roda quatro vezes para frente e para trás, de forma a assentar bem os rolamentos;

5. Afrouxar a porca mais um pouco e conferir se os rolamentos não estão presos ou soltos demais, para isso girar a roda em ambos sentidos, dar umas batidinhas no pneu com a mão, sentir o comportamento da falga. Vá ajustando até rodar livre e sem folga. Tenha certeza que as pinças de freio não estão pegando no disco para não interferir na sensibilidade do ajuste, aliás o ideal é retirar as pinças de freio para ajustar a folga com maior precisão;

6. Uma vez ajustado, remonte as pinças de freio, caso as tenha retirado e com as rodas montadas, teste se ambas as rodas estão rodando livres, sem a interferências das pinças. 

7. Para encerrar, retirar novamente as rodas e remanchar as porcas dos cubos nas duas ranhuras do eixo. Nunca reutilize essas porcas.

8. Realizar o teste prático dirigindo o carro e sentido o comportamento. Após um percurso use o tato e sinta a temperatura dos cubos das rodas que deverão estar ligeiramente mornos em ambas as rodas. Caso a temperatura esteja muito elevada pode indicar que a porca do cubo ficou muito apertada e os rolamentos sem a folga mínima necessária, porém, tenha certeza que a temperatura elevada não é devida as frenagens, que obviamente geram calor naquela região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário